Espaço das Mocidades

Mocidade OBA!

Autora: Juliana Ribeiro – Fala MEU! Edição 87, ano 2012

“Olá, meu nome é Juliana. Eu tenho dezessete anos e faço parte da mocidade OBA!, uma pequena parte do AFEFA.

Fiquei pensando por horas no que contar sobre a minha mocidade e aí bateu aquela indecisão. Sabe aquela pergunta clássica sobre quem é você? Você sabe o que gosta, você sabe o que fez e o que tem que fazer… Mas nada disso te define. Sua história é bem maior que isso. Esses são só os fatos e, embora eles sejam extremamente importantes, a relevância de alguém ( ou alguma coisa) vai além de acontecimentos. É preciso sentir para saber o que realmente existe.

Nós somos uma mocidade atípica. Todos somos muito diferentes. Temos fases. Começamos aqui com duas pessoas. Depois tivemos muitos. Depois poucos. Agora temos alguns. No fundo, sabe-se lá quantos são OBA!, porque já ficou mais do que claro que certas coisas na vida não são marcadas pela presença física e sim pelos laços do coração. “Nós pertencemos à quem amamos”. Por isso, eu digo que fazem parte e compõem a minha mocidade todos que nos tem e aqueles que nós mesmos carregamos no coração.

Estudamos, sofremos e rimos juntos. De verdade! Estamos todos (ou quase todos) os domingos nos reunindo para realizar um aprendizado maravilhoso.

Rola aquela peteca na hora de fazer a prece sempre… “Olha, eu fiz semana retrasada, hoje é a sua vez.” Tem quem compare o Livro dos Espíritos com a revista Capricho, e você pode ter certeza que analogias não são o nosso forte.

Existem silêncios constrangedores e debates que ultrapassam os horários. Planos e sonhos… E acima de qualquer coisa, é um momento em que nós temos chance de expor o que pensamos e acolher um pouco do que o próximo pensa.

Estamos conquistando nosso espaço e fazendo a palavra dessa moçada valer a pena. Somos jovens, mas estamos interessados. Levamos os estudos a sério, refletimos e tentamos fazer com que o aprendizado sempre nos traga uma nova lição.

Decorrendo sobre nossos dias, eu me dei conta de que jamais poderia contar nossa história. Porque me ensinaram que toda história tem um começo, um meio e um fim. Felizmente, a nossa mocidade é tão jovem quanto nós mesmos (ou ainda mais!). É apenas uma ideia que nasceu do esforço dos criados da AFEFA, enraizada na esperança desses corações jovens. Estamos aprendendo a caminhar juntos, dando nossos primeiros passos… Eu sei que estamos só no começo de uma longa caminhada, e que ainda haverá algumas quedas e muito esforço pela frente. A estrada será árdua e ficaremos cansados, talvez. Porém, uma coisa é certa… O OBA! Não é só uma Opinião Básica de Atitude!. É também uma Organização Baseada na Amizade, e toda a vez que um de nós fraquear, haverá alguém para cair e rolar junto ou ao menos pra ajudar a levantar. Seja lá qual for o problema, nós sempre estamos unidos.

Falar da nossa história é contar sobre os irmãos que foram colocados nos nossos caminhos, que entraram para a nossa vida por algum motivo. Cativamos e fomos cativados. Criamos um laço muito bonito. Das risadas, até as broncas… Dos estudos, até o “olha o barril”. Falar de OBA! É deixar um pouco da nossa marca… Sobre a nossa história?! Ah, é só esse OBA, OBA mesmo, sabe. Porque, como eu disse antes, nós temos um lindo começo… Porém jamais chegaremos ao fim.

A história está sendo escrita e cabe a quem puder fazer parte desse enredo terminar de completar as páginas desse livro”.

Página no Facebook: https://www.facebook.com/oba.mocidade

Comentar

Clique aqui para comentar