Análise de Filmes e Livros

O prazer de ler…

Autora: Rita Foelker (escritora, ilustradora, expositora espírita e cursa atualmente graduação em Filosofia)

Muitos são os pais e professores que andam preocupados com a cultura de seus filhos e alunos, e que dizem que é difícil incentivar nas crianças e jovens o hábito de ler.

Porém, quando se fala na importância de ler, é preciso deixar claro não se trata de virar um “rato de biblioteca” e viver mergulhado nos livros. Ler é uma questão de qualidade, tanto quanto de quantidade. Se você ler coisas boas, provavelmente vai desenvolver o prazer de ler, o que é muito melhor do que pensar em simplesmente criar um “hábito de leitura” e ler “muito”.

A leitura não precisa absorver tanto o nosso tempo que impeça de conviver com amigos e família, mas certamente é possível encontrar um momento no dia para dedicar a ela, sem prejuízo de nossa vida social e de outras diversões.

A vantagem é que quem lê se habilita a compreender melhor os textos escritos, além de outros discursos, como aqueles presentes no teatro e no cinema. E também desenvolve a capacidade de análise e reflexão sobre a vida e o mundo, além de entender melhor a si mesmo.

Quem não gosta de ler, pode sentir-se assim porque nunca experimentou, ou porque sempre foi obrigado a ler coisas de que não gostava. Em ambos os casos, a pessoa devia dar a si mesma uma oportunidade de ir a uma biblioteca ou livraria e escolher uma obra sobre um assunto realmente apaixonante. Pode ser Mitologia Grega ou Fórmula-1, desde que seja algo que de fato tenha vontade de entender melhor, e começar por aí.

Muitas vezes, em razão do cumprimento do programa escolar, somos levados a ler certos livros em linguagem de outras épocas ou sobre assuntos que não parecem interessantes. Isso não é motivo para banir a leitura de nossas vidas, mas para ir em busca dos nossos verdadeiros interesses. As leituras relacionadas às atividades escolares podem tornar-se mais fáceis, se sabemos que estamos lendo algo que “temos” de ler, mas que, depois, passaremos a algo que “amamos” ler.

Quem tem o costume de ler bons livros, bons jornais e boas revistas, conhece muito mais coisas, tem sempre assuntos inteligentes para conversar em diferentes ambientes. Além disso, essa pessoa se dá melhor em provas e avaliações, porque ao ler desenvolvemos também a capacidade de articular nossas ideias, escrevendo textos claros e corretos, que contam muito na nossa vida escolar e futuro profissional. Adolescentes que leem bastante conseguem ter diálogos inteligentes, o que pode contar pontos para chamar a atenção de um gatinho ou uma gatinha…

Para encerrar, algumas dicas: quando você ler, desligue seu pensamento de outras coisas e mergulhe fundo na imaginação. Procure se afastar de coisas que distraiam sua atenção, como TV ligada ou pessoas conversando alto por perto. Torne a leitura realmente uma experiência para ser desfrutada, um momento especial.

Fala MEU! Edição 54, ano 2007
Palavras Relacionadas